LETRA
E quantas vezes o sol se escondeu de nós
Com inveja do seu brilho, com o calor da sua voz
E quanta vezes a sós, fingimos não saber
Que até estrela que mais brilha um dia irá morrer

Pra mim, partiu sem dar adeus
E prometeu no fim que ia me procurar
Pediu pra te esperar

E ninguém acredita na sua promessa vaga
De que um dia você vai voltar
Eu acho que é um vício, uma bobagem
Uma doença ou loucura sempre acreditar

Será que eu tô perdido, será esse o meu destino
Mil promessas de continuar

Porque eu já perdi as contas, quantos beijos
Quantas bocas eu busquei pra não te procurar
Mas ninguém ocupa a ausência
Nem mesmo ocupa o seu lugar na mesa do jantar

Eu tô te esperando no mesmo apartamento
No mesmo endereço no mesmo lugar
Com a porta aberta pode entrar
Vem correndo me abraçar
MÚSICA
MÚSICA BOA PARA...
  • Deixe seu voto!

  • Bruto

  • Churras com gatas

  • Churras com machos

  • Sofrer

  • Animar

  • Apaixonado

  • Xô Preguiça

  • Pegação

  • Projeto Verão

  • Pé na Jaca

  • Amansar Neném

  • Churras com Viola

Selecione uma categoria e clique em "Confirmar" para votar.