LETRA
Depois de certo tempo me envolvi em outra emboscada
Uma moça da cidade, metida e elitizada
Apostei tudo que tinha em nome desse romance
Meu cavalo e a Silveirado abandonei por um instante
Mas de nada adiantou, essa mulher não deu valor

E o meu jeito caipira era coisa do passado
Que o lance do momento era curtir o tal do house
Não aceito desaforo então cômpus esse refrão
Achavam que eu não conhecia, presta atenção

Com essa granfinagem o meu sistema não dá
Larguei dessa mulher, a Silveirado ainda tá lá
Peguei de volta pro meu rancho onde é o meu lugar
Cada um é cada um, não tem como mudar

Voltei no jogo tô de volta na rodagem
A mulherada intimando, chamando nóis pra muagem
Já passei por essa cena, me lembrei daquele bar
Quando eu deixo uma mulher coloco duas no lugar

E o vento velho do oeste marca o meu itinerário
O meu destino é ser assim um forasteiro solitário
Desafiar um sertanejo é pedir humilhação
Sinto muito minha cara, agora aguenta a solidão
MÚSICA
MÚSICA BOA PARA...
  • Deixe seu voto!

  • Bruto

  • Churras com gatas

  • Churras com machos

  • Sofrer

  • Animar

  • Apaixonado

  • Xô Preguiça

  • Pegação

  • Projeto Verão

  • Pé na Jaca

  • Amansar Neném

  • Churras com Viola

  • Veja o que a galera acha :)

  • Animar

  • Churras com Viola

Selecione uma categoria e clique em "Confirmar" para votar.