LETRA
Tem um sogro bravo na parada
Ele descobriu que sua filha amada já não é mais moça
E o culpado disso tudo sou eu, sou eu, sou eu
Já marcaram até a reunião, tão querendo saber qual minha intenção
E que o papai só anda armado
E que daquela casa eu só saio casado

Que papo careta
Esse de fazer amor só depois do casamento
Assim eu não aguento
Vai me desculpar, mas do bolo eu já provei há muito tempo

Ahh, se ele soubesse o que a filha dele faz
Entre quatro paredes, ela é doida, ela é demais
Que me enlouquece e quase me deixa tonto
E se me perguntar o que eu já fiz com ela

Sogrão eu nem te conto, nem te contonem te conto
Sogrão eu nem te conto, nem te contonem te conto
Sogrão eu nem te conto, nem te contonem te conto

Que papo careta
Esse de fazer amor só depois do casamento
Assim eu não aguento
Vai me desculpar, mas do bolo eu já provei há muito tempo

Ahh, se ele soubesse o que a filha dele faz
Entre quatro paredes, ela é doida, ela é demais
Que me enlouquece e quase me deixa doido
E se me perguntar o que eu já fiz com ela

Sogrão eu nem te contonem te contonem te conto
Sogrão eu nem te contonem te contonem te conto
Sogrão eu nem te contonem te contonem te conto
MÚSICA
MÚSICA BOA PARA...
  • Deixe seu voto!

  • Bruto

  • Churras com gatas

  • Churras com machos

  • Sofrer

  • Animar

  • Apaixonado

  • Xô Preguiça

  • Pegação

  • Projeto Verão

  • Pé na Jaca

  • Amansar Neném

  • Churras com Viola

Selecione uma categoria e clique em "Confirmar" para votar.