LETRA
Quando ouvi sua voz se erguendo, dizendo "Perdoa!",
No meu peito, doeu todo o mal que você me fez...
Eu amava você sem saber que uma outra pessoa
Insistia tanto te levando pra longe de vez

Quantas noites, nós dois, em delírio, nos lençóis da cama
Eu ali te amando, e você tão distante de mim...
Eu nem desconfiava, meu corpo entregue à chama...
Teu calor, era nosso o amor, mas real só pra mim

"Pode crer!", tá na cara, eu não nego, eu ainda te amo...
Mas não sei se resolve a questão apenas perdoar
É que ainda existe entre nós uma cena difícil
Você indo, me dando as costas, com o seu outro par

Quando ouvi sua voz se erguendo, dizendo "Perdoa!",
Eu não pude evitar, mas senti, bem de leve, um prazer
Pois, na vida, as dores que afligem nunca são à toa
E um dia o mal que a gente faz retorna pra valer
VÍDEO
MÚSICA BOA PARA...
  • Deixe seu voto!

  • Bruto

  • Churras com gatas

  • Churras com machos

  • Sofrer

  • Animar

  • Apaixonado

  • Xô Preguiça

  • Pegação

  • Projeto Verão

  • Pé na Jaca

  • Amansar Neném

  • Churras com Viola

Selecione uma categoria e clique em "Confirmar" para votar.